No Ar :

Baixe nosso app

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Últimas Notícias:

Invalid or Broken rss link.

Prefeitura castrou 51 cães e gatos este ano

A Prefeitura de Montenegro tem contribuído fortemente para a redução da quantidade de animais nas ruas de Montenegro. Somente neste ano, foram esterilizadas 51 fêmeas de cães e gatos encontrados nas ruas ou pertencentes a famílias carentes.

E já existem outros 20 procedimentos agendados para os meses de junho e julho. Os que aparecerem agora terão de aguardar até agosto. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente é a responsável pelo processo.

A legislação em vigor direciona as cirurgias apenas para fêmeas de cães e gatos e alcança tanto os animais de rua (que podem ser apresentados por um tutor) quanto aqueles pertencentes a famílias em situação de vulnerabilidade social, com renda per capita de até R$ 270,00.

Quando se tratar de um animal abandonado, o interessado pode se dirigir à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, na rua Apolinário de Moraes, 1705, das 8h às 12h e das 13h30 às 16h30, para preencher uma ficha.

Será necessário apresentar uma foto digital da cachorra ou da gata, indicando o local em que normalmente se encontra. Também será preenchido um formulário e agendada a data junto à clínica conveniada.

O responsável deverá levar o bichinho.Já nos casos de pets cujos donos se encontram em situação de vulnerabilidade, o responsável deve ir até a Secretaria e comprovar que está cadastrado em algum programa assistencial do governo.

Será preciso apresentar documento de identidade, uma foto digital do animal e folha resumo a ser retirada previamente no Cadastro Único – localizado na rua Ramiro Barcelos, 3068.

Também neste caso, ocorrerá a emissão de um formulário e o agendamento da data e da hora em que tutor deve levar a pet à clínica para a realização do procedimento.

De acordo com Alessandra Souza dos Santos, da Smam, a maior parte dos pets castrados é apresentada por tutores ligados a ONGs de defesa dos animais. “O número de famílias que procura o serviço é bem menor”, afirma.

De janeiro até agora, foram encaminhados para atendimento 12 gatas e 39 cachorrinhas.

Informações: Acom