No Ar :

Baixe nosso app

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Últimas Notícias:

Invalid or Broken rss link.

Acabam de chegar 700 doses da vacina de Oxford em Montenegro

O município acaba de receber 700 doses da vacina de Oxford. O imunizante, que no Brasil é fabricado pela Fiocruz, chega para atender os profissionais da saúde que não foram vacinados na primeira etapa de liberação da Coronavac.

De acordo com a secretária municipal de Saúde, Cristina Reinheimer, as doses serão usadas para terminar a vacinação dos profissionais da SMS e das instituições hospitalares da cidade.

Além disso, serão imunizados também profissionais que trabalham em estabelecimentos de saúde como laboratórios, clínicas, autônomos, funerárias, consultórios médicos, entre outros.

Para manter a organização e não causar aglomerações, a Secretaria de Saúde irá realizar o agendamento destes estabelecimentos e profissionais. Para marcar a aplicação, deve ser mandado um e-mail para imunizacao@montenegro.rs.gov.br com o nome, número do CPF ou Cartão do SUS e um documento que comprove o vínculo empregatício e a função do profissional com uma instituição de saúde.

Os estabelecimentos que solicitarem terão de mandar listagem dos profissionais com número do CPF ou Cartão do SUS. Segundo Cristina, os agendamentos por e-mail são uma forma de organizar melhor a distribuição das doses.

“Não haverá marcação por telefone”, afirma. Onde houver muitos trabalhadores, a SMS irá até o local realizar a aplicação. Neste momento, o setor já vacinou profissionais de UTI e CTI Covid, rede de urgência e emergência, unidade de internação clínica (de acordo com listagem desenvolvida pelos hospitais), indígenas, Instituições de Longa Permanência (ILPI’s), entre outras.

Todos esses pontos, que envolvem a chegada das novas doses, foram definidos em reunião de trabalho ocorrida na manhã desta terça, com a titular da pasta, a enfermeira responsável pelas Imunizações, Nicole Ternes, e a coordenadora da Atenção Básica, Andreia Coitinho da Costa.

A SMS também informa que ainda não possui data para aplicação da segunda dose das vacinas. Na Coronavac, fabricada pelo Instituto Butantan, a reaplicação deve ser feita após quatro semanas.

Já na da Oxford, a segunda dose é realizada após 12 semanas. Segundo a secretária, tão logo cheguem as imunizações, o município informará à população. Outro fator importante, destacado pela SMS, é em relação à vacinação dos que estão com a Covid-19.

O setor informa que os pacientes podem ser imunizados apenas quatro semanas depois do término da doença.

Informações: Acom